A nossa batata é que está assando

Apesar de todo o otimismo que depositei no jogo de ontem, sabia que a tarefa seria árdua. Assar o porco no Parque Antártica não é fácil, mas até que chegamos perto. Não fosse a incompetência do nosso ataque e a falta de criatividade do nosso meio-campo, poderíamos ter saído pelo menos com um empate.

Mesmo tendo maior posse de bola, o Fla não consegue concluir as jogadas, o time emperra do meio pra frente e algumas coisas ontem chamaram a atenção. Na falta de homens de criação no meio, Juan e Leo Moura tentaram ocupar aquele espaço mas acabamos perdendo nossa principal arma, os ataques pelas pontas. Juan, se não me engano, cruzou apenas uma bola na área. Apesar de ter jogado bem, fugiu das suas características e com ele todo o time que ficou perdidão do meio pra frente.

Aírton entrou bem no lugar do lutador Toró e Dininho, não satisfeito em levar um cartão amarelo que irá nos desfalcar na próxima rodada, ainda levou uma bola nas costas que resultou no gol do Palmeiras. Com a entrada de Maxi no lugar de Obina ficamos de vez sem uma referência na frente e assim Caio, fica difícil de fazer gols.

Que essa fase tenha acabado aqui, que os reforços cheguem bem depressa e que domingo possamos voltar a ter alegrias. Eita porco indigesto…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: