Dez anos de um gol Histórico

Hoje foi o dia que o gol do Pet, o gol 43″, o gol do TRI, completou 10 anos. Dia Histórico para o Mengão, dia Histórico e de muitas lembranças para toda a Nação.

Resolvi reabrir o blog para contar um pouco das minhas lembranças deste dia. Uma alegria que transbordou o coração e que colocou nosso, até então principal rival, vários degraus abaixo de nós.

Depois disso já fizemos outra vítima que acabou marcada pelo chororô mas pelo menos de uma coisa os vascaínos podem se orgulhar. Tomaram 3 vices seguidos mas souberam perder com a dignidade de um grande clube, sem choro nem vela. Aliás algumas velas sim, no caixão do bacalhau…

Mas, voltando ao relato, a lembrança marcante só começa mesmo nos minutos que antecederam a cobrança da falta. Eu estava no Maraca, acompanhada dos meu dois irmãos fanáticos rubro-negros e mais duas amigas. Enquanto a falta não era cobrada, toda a galera erguia os braços emanando uma energia superior. Neste momento meu irmão se vira e fala, é agora, o Pet vai botar no ângulo, vai ser gol… E nós, de mãos dadas, acompanhamos a trajetória da bola, atônitos e quando a rede balançou, o delírio foi completo. Ainda pouco acostumada com as cadeiras colocadas na arquibancada, me desequilibrei na comemoração e caí tentando me agarrar aos cabelos da minha amiga que saíram em um chumaço na minha mão. Um ovo enorme apontou na minha canela e por alguns instantes fiquei ali, entalada entre as cadeiras e o degrau da arquibancada. Além de engraçado, o tombo na hora foi indolor mas rendeu alguns dias como marca daquele momento inesquecível. Outra cena muito engraçada foi o cara que estava ao nosso lado e que ouviu a profecia do meu irmão, não parava de abraçar ele e dizer que era um anjo, foi demais presenciar tudo aquilo.

Tinha feito uma aposta com um amigo vascaíno e quem perdesse teria que pagar 10 chopps no Buxixo e teria que ficar lá bebendo também e aguentando a zuação da galera. Chegamos no Buxixo e o cara estava mesmo por lá. Eu cheguei pulando no pescoço dele, zuando muito e lá foi ele pagar a aposta. Nesse dia ele perdeu a aposta, aguentou a zoação e de quebra ainda perdeu a mulher que ficou puta pelo fato de ter chegado pulando no pescoço dele. Talvez ela fosse buatafoguense…

Pet se eternizou na História do Mengão por este gol, e para quem achava que nunca mais ele faria outro daquele, repetiu a dose na Copa dos Campeões pra cima do São Paulo e 8 anos depois retornou para nos tirar da fila e ajudar na conquista do Hexa. Mais uma vez participou do lance do gol do título e deixou claro que é um cara de estrela, estrela vermelha, seu primeiro time.

Ao Pet meu muito obrigado, entrou para a galeria de meus ídolos e fez explodir meu coração Rubro-Negro.

Ao Flamengo PARABÉNS por ter uma História tão linda e vitoriosa.

E para a Nação deixo belas imagens de uma conquista Histórica.

SRN

Anúncios

Uma resposta to “Dez anos de um gol Histórico”

  1. Fabio Says:

    Lu,
    muito bom recordar esse dia. Fiquei surpreso na hora de entrar no estádio com o grito da nossa torcida : Ah! Vice de novo!! que confiança ! Quando sentei naquela arquibancada pensei : Maraca, vc têm uma dívida comigo. Afinal estava no maraca nas decisões de 86(carioca),87(brasileiro), 91(carioca) e 92(brasileiro) e 96(carioca) , mas tbm presenciei derrotas sofridas contra o Flu(83,84 e 95) Santos no Rio São-Paulo e Grêmio pela copa do Brasil. Aquele dia eu lavei a alma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: